65 anos: é pra festejar?

  voltar

Para muitas pessoas, em nossa cultura, 65 anos marcam o tempo de reconhecimento de direitos relacionados ao que foi vivido. Costumes, práticas, legislação e instrumentos de políticas públicas promovem e amparam tal reconhecimento. E para uma instituição, o que significam tantos anos de trabalho e constante processo de renovação e aprimoramento?

Pode haver algum reconhecimento pelo que alcançou e proporcionou, mas não há direitos adquiridos. Os desafios são crescentes e a estratégia de se manter fortalecido e antenado, a fim de estar sempre pronto a atender às demandas contemporâneas da sociedade, precisa de contínuo investimento técnico e perseverança.

Com este cenário o IBAM inicia este outubro. Instituído em 1952 para ser braço técnico dos Municípios brasileiros, sua ação consolidou-se como marco orientador da gestão pública qualificada, em sintonia com os seus tempos.

Expandiu o alcance de sua assessoria a entidades e órgãos federais e estaduais, do país – e de outras nações. A diversidade de trabalhos provocada por esse amplo rol de parceiros, clientes e beneficiários foi indicativa da vocação do Instituto de estar à vanguarda das mudanças e aspirações daqueles que o contratam.

A trajetória do IBAM é marcante. Assessora órgãos públicos, realiza e publica estudos e pesquisas, formula e ministra cursos e programas de treinamento e formação de mão de obra para servir ao setor público. Desafios e oportunidades, como apregoa o jargão usado nos trabalhos da administração, que se fundem e determinam, entre outras providências, a formação de equipes interdisciplinares, articuladas e em sintonia; o constante aperfeiçoamento, atualização e especialização diversificada e múltipla, para promover a boa gestão, a governança, a qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente.

Na qualidade de instituição atípica, evidenciada pelo Estatuto Social e pela sua própria história, o IBAM enfrentou dificuldades e as superou, entre outras razões, pela exemplar qualificação do seu quadro de pessoal e pela dedicação e competência demonstradas em todos os níveis.

Integrou-se a eventos inovadores que gestaram novos caminhos legais, administrativos, econômicos ou sociais para conduzir o Estado e a nação. Neste quesito foi relevante a participação do IBAM junto à Assembleia Constituinte, no que se refere às normas relacionadas aos Municípios, que afinal se tornaram, oficialmente, membros da Federação, e à valorização da atuação multifacetada, aproximando-se do que nos aponta o fluxo da sociedade, sem distanciar-se das necessidades da Administração Pública.

Igualmente expressiva é a presença do Instituto em atividades e processos de trabalho voltados para a consolidação da descentralização no país e para as ações que se dirigem a políticas éticas e sustentáveis de gestão.

Por tudo isso, com os sensores ativados para antecipar necessidades e buscar constantemente agir de forma proativa, celebremos!

Estamos em festa, dando continuidade à construção da nossa singularidade e do que fazemos cada vez melhor!

 

Rua Buenos Aires, 19 - Centro

Rio de Janeiro / RJ

20070-021

Tel.: (21) 2142-9797

Fax: (21) 2537-1262

ibam@ibam.org.br